Respostas

A melhor resposta!
2014-04-26T03:14:48-03:00
A 'Peça da Coroação' - moeda mais rara e valiosa da história do Brasil, cunhada em homenagem à coroação de dom Pedro I como imperador, em 1822 - é roubada durante uma exposição numismática no Paço Imperial, no Rio de Janeiro. Dona Olga, uma ex-agente da Interpol e descendente direta de Pedro Álvares Cabral, está presente no Paço no momento do roubo e logo descobre que a polícia não vai se envolver no caso. Intrigada, ela resolve investigar o mistério por conta própria, contando, para isso, com a ajuda de três jovens espertos - seus netos, Júlia e André, e um amigo deles, Rachid, um menino iraquiano.

Os quatro começam a procurar pistas e a seguir suspeitos por toda a cidade e, imediatamente, se vêem perdidos num labirinto de perguntas sem respostas, a começar pelo próprio dono da moeda, Paulo Roberto, que parece fazer de tudo para que o roubo não seja esclarecido. À medida que a investigação avança, coisas estranhas acontecem e Dona Olga, Júlia, André e Rachid vão percebendo que o caso é muito mais complexo do que eles imaginavam. E que o desaparecimento da "Peça da Coroação" pode ter sido mais do que um roubo. Pode ter sido uma vingança. Ou um ajuste de contas.
53 3 53
2014-04-26T04:04:59-03:00
A 'Peça da Coroação' - moeda mais rara e valiosa da história do Brasil, cunhada em homenagem à coroação de dom Pedro I como imperador, em 1822 - é roubada durante uma exposição numismática no Paço Imperial, no Rio de Janeiro. Dona Olga, uma ex-agente da Interpol e descendente direta de Pedro Álvares Cabral, está presente no Paço no momento do roubo e logo descobre que a polícia não vai se envolver no caso. Intrigada, ela resolve investigar o mistério por conta própria, contando, para isso, com a ajuda de três jovens espertos - seus netos, Júlia e André, e um amigo deles, Rachid, um menino iraquiano.

Os quatro começam a procurar pistas e a seguir suspeitos por toda a cidade e, imediatamente, se vêem perdidos num labirinto de perguntas sem respostas, a começar pelo próprio dono da moeda, Paulo Roberto, que parece fazer de tudo para que o roubo não seja esclarecido. À medida que a investigação avança, coisas estranhas acontecem e Dona Olga, Júlia, André e Rachid vão percebendo que o caso é muito mais complexo do que eles imaginavam. E que o desaparecimento da "Peça da Coroação" pode ter sido mais do que um roubo. Pode ter sido uma vingança. Ou um ajuste de contas.
19 4 19