No livro A era do Vazio, Giles Lipovetsky analisa as relações atuais no contexto de uma sociedade marcada pela perda de sentido das instituições morais em que predomina o individualismo, o consumismo, o hedonismo e a indiferença. Sobre isso, ele analisa:

[...] Os indivíduos aspirariam a um desapego emocional cada vez maior por causa dos atuais riscos de instabilidade das relações pessoais. Ter relacionamentos interindividuais sem apego profundo, não se sentir vulnerável, desenvolver a independência afetiva, viver só [...]. O sentimentalismo sofreu o mesmo destino que a morte; tornou-se incomodo exibir as próprias emoções, declarar ardentemente uma paixão, chorar, manifestar com demasiada ênfase os impulsos interiores. Como acontece com a morte, o sentimentalismo se tornou embaraçoso; trata-se de manter a dignidade em questões de afeto, quer dizer, manter a discrição. (1989, p.57)

A part ir do trecho do texto acima, analise como o individualismo e o consumismo marcam a construção da nossa subjetividade e repercutem nas relações sociais

Em seu texto, aborde os seguintes aspectos:

- características da sociedade atual –

- conceito de subjetividade e identidade –

- o individualismo e o consumismo nas relações sociais –

1

Respostas

2014-04-27T16:24:35-03:00
Isso ta no meu caderno ja te ajudo