Respostas

2014-04-28T18:12:58-03:00
A Criméia é alvo de disputa entre Kiev e Moscou , desde que foi anexada à Rússia ... começou mais exatamente no final de 2013, quando o então presidente Viktor Yanukovich ( ucraniano) desistiu de assinar um tratado de livre-comércio com a União Europeia, ele preferiu estar com a Rússia, o que deu origem a protestos massivos, que resultaram, em fevereiro, na destituição desse presidente, que fugiu para a Rússia. O parlamento local feito foi chamado por um comando pró-Rússia, que nomeou Sergei Axionov como premiê e foi considerado ilegal pela Ucrânia, e aprovou sua adesão à Federação Russa e a realização de um referendo sobre o status da região no dia 16 de março. Posteriormente, o Parlamento se declarou independente da Ucrânia - sendo apoiado por russos e criticado por ucranianos. A pedido do presidente Vladimir Putin , o envio de tropas à Crimeia para “normalizar” a situação , para não se separar da Rússia... e os EUA exigem que a Rússia recuasse suas tropas na Crimeia,  também ameaçaram a Rússia com sanções, suspenderam as transações comerciais com o país e cancelaram um acordo de cooperação militar com Moscou...
Espero que tenha ajudado  ...    :)

2 5 2