Respostas

2014-04-29T13:34:06-03:00
O Clero e a Nobreza, ambos foram os principais fatores para o processo de transição do Feudalismo para o Capitalismo.
 
2 5 2
2014-04-29T13:34:17-03:00
Gravura simbólica em que o camponês carrega e alimenta a nobreza e o clero. 

Privilegiados e não-privilegiados 

Até 1789, a sociedade francesa dividia-se em privilegiados e não-privilegiados. Os primeiros dispunham de todas as vantagens econômicas — nem sequer pagavam impostos — e tinham os principais cargos do Estado à sua disposição. O privilégio era concedido pela função, no caso do clero (Primeiro Estado), ou pela origem, no caso da nobreza (Segundo Estado). Os não-privilegiados, imensa maioria dos franceses, constituíam o chamado Terceiro Estado, que reunia desde a burguesia (alta, média e baixa) até os pobres trabalhadores urbanos e rurais (artesãos, sans-culottes, operários, camponeses e servos). 

A tomada da Bastilha 

Os problemas econômicos do Estado obrigaram o rei Luís XVI a convocar os Estados Gerais da França, com representantes do clero, da nobreza e do povo. A oposição do rei às reformas pedidas pelos representantes do Terceiro Estado e a escassez de pão em Paris (causada pelos altos preços dos cereais) desencadearam uma reação política dos deputados do Terceiro Estado, que proclamaram a Assembléia Nacional Constituinte em 9 de julho de 1789. No dia 14 de julho de 1789, o povo de Paris tomou de assalto a Bastilha, símbolo da opressão absolutista. Começava a Revolução Francesa.

espero ter ajudado

4 2 4