Interpretação de texto,

Soneto

Ó tranças, de que Amor prisão me tece

Ó tranças, de que Amor prisão me tece,
Ó mãos de neve, que regeis meu fado!
Ó tesouro! ó mistério! ó par sagrado,
Onde o menino alígero adormece.Ó ledos olhos, cuja luz parece
Tênue raio de sol! Ó gesto amado,
De rosas e açucenas semeado
Por quem morrera esta alma, se pudesse!Ó lábios, cujo riso a paz me tira,
E por cujos dulcíssimos favores
Talvez o próprio Júpiter suspira!Ó perfeições! Ó dons encantadores!
De quem sois?... Sois de Vênus? - É mentira;
Sois de Marília, sois de meus amores.

Ideal

Aquela que eu adoro não é feita
De lírios nem de rosas purpurinas,
Não tem as formas lânguidas, divinas,
Da antiga Vénus de cintura estreita...

Não é a Circe1, cuja mão suspeita
Compõe filtros mortais entre ruínas,
Nem a Amazona, que se agarra às crinas
Dum corcel e combate satisfeita...

A mim mesmo pergunto, e não atino
Com o nome que dê a essa visão,
Que ora amostra ora esconde o meu destino...

É como uma miragem que entrevejo,
Ideal, que nasceu na solidão,
Nuvem, sonho impalpável do Desejo...

Antes de fazer as atividades de releitura, para interpretar e comparar os dois textos, ajude seus colegas a responder ás seguintes questões sobre o texto 1.

1. A quem se dirige o eu lirico do texto 1?
2. Qual significado da oração "de que Amor prisão me tece"?
3. A que termo anterior se refere a expressão "ó par sagrado", da primeira estrofe?
4. Em que tempo está o verbo morrer no verso 8? Com qual valor esse tempo verbal foi empregado?
5. Como se pode interpretar o substantivo "favores" na terceira estrofe?
6. Nos dois últimos versos há uma comparação implícita. Explique-a.

Releitura
1. Explique por que o soneto de Bocage, ao fazer a descrição da mulher amada, deve ser considerado neoclássico.
2. Releia o segundo soneto. Que imagens o sujeito lírico recusa, nas duas primeiras estrofes, para representar a mulher amada?
3. Mesmo negando as idealizações tradicionais, o sujeito lírico descreve uma imagem idealizada da mulher.
Já na primeira estrofe há um verbo que indica a idealização da mulher como um ser sublime, divino. Qual é esse verbo?
4. Existem várias formas de idealização:
- pode-se criar um ideal de mulher, de modo puramente racional - nesse caso, tem-se um conceito de mulher, uma abstração;
- pode-se idealizar uma mulher real, exagerando suas qualidades - nesse caso, tem-se a deformação da realidade pelos sentimentos ("quem ama o feio, bonito lhe parece");
- pode-se, ainda, apenas criar a mulher pela imaginação - nesse caso, a mulher não é apenas um conceito, mas também não é real; é um ser imaginário, que existe na fantasia de um sonhador.

a) Em qual desses três casos se pode incluir a mulher ideal descrita pelo soneto neoclássico? Justifique sua resposta.
b) E a mulher ideal descrita pelo segundo soneto? Justifique sua resposta.
c) Copie do poema quatro expressões que comprovem a resposta anterior.

1
de vez em quando a cabeça falha
é msm rsrs
to passando pro computador
Certo =) =)
pronto!!!

Respostas

2014-05-03T18:05:10-03:00
1° a seu amor Marilia
2°Significa que o amor,sobretudo o casamento e entre outras coisas, uma tremenda prisao.
3°Nao tenho certeza mas acho que e o casal que tem um filho
5°Que pedia favores constantemente
6°Ele pergunta de quem ele e fala um planeta , mas percebe que e mentira,fala que e Marilia fala que e todas "elas".

--''-----------''---------------------''---------------''--------------------''-------------------------''---------------------''------------

1°Por que fala das virtudes dessa mulher
2°Os lirios e rosas purpurinas
3°Que ela e uma miragem,"ideal,que nasceu na solidao .Nuvem, sonho impalpavel do desejo".Adoro
4°a)No 3 onde se fala sobre mulher imaginaria
b)2°caso e o que se fala sobre exagerando nas qualidades
c)"Aquela que eu adoro nao e feita de lirios nem de rosas purpurinas"."É como uma miragem que entrevejo".

by; Da sua grande amiga Bia


35 4 35
tbm
TA CONSEGUINDO
Bê PODE RESPONDER TRANQUILA QUE EU VOU VIAJAR TA BOM FLOR BJS MAS NAO SE ESQUECE DE FAZER TBOM TE AMO
paula vc ta ai
???