A)como a doença de chagas e transmitida ao ser humano B)qual protozoaro causa a doença de chagas C)qual e o tipo de associaçao entre o protozoario da doença de chagas e os seres humanos como se caracteriza essa associaçao D) quais doenças podemser prevenidas com a melhoria dio saneamento bascio(agua potavele rede de esgoto) E) como a doença de chagas pode ser previnida

1

Respostas

2014-05-06T16:20:21-03:00
A doença de Chagas ou Mal de Chagas, também chamada tripanossomíase americana, é uma infecção causada pelo protozoário cinetoplástida flagelado Trypanosoma cruzi. e transmitida por insetos, conhecidos noBrasil como barbeiros, ou ainda, chupança, fincão, bicudo, chupão, procotó (da família dos Reduvídeos - Reduviidae), pertencentes aos gêneros Triatoma, Rhodnius e Panstrongylus. Trypanosoma cruzi é um membro do mesmo gênero do agente infeccioso africano da doença do sono e da mesma ordem que o agente infeccioso da leishmaniose, mas as suas manifestações clínicas, distribuição geográfica, ciclo de vida e de insetos vetores são bastante diferentes.Os sintomas da doença de Chagas podem variar durante o curso da infecção. A fase aguda, que dura em torno de 4 a 16 semanas,geralmente é assintomática. Porém, quando surgem sintomas, estes podem variar de leves (febre baixa, adinamia,anorexia), moderados (linfoadenopatia, esplenomegalia, hepatomegalia) até graves ( meningite e miocardite). Após a total reversão do quadro clínico agudo, inicia-se uma fase totalmente assintomática. Na metade dos casos o indivíduo infectado com T. cruzi pode manter-se sem sintomas ao longo de toda a sua vida. Esta forma clínica é chamada de 'Indeterminada". A outra metade pode desenvolver cardiopatia, em vários graus, megaesôfago e ou megacólon. O aparecimento destas manifestações ocorrem após décadas da infecção aguda (10 a 40 anos). Esta forma clínica é denominada de forma crônica, e diferente da forma indeterminada, é responsável pela morbimortalidade da doença de Chagas. O tratamento etiológico, trypanossomicida, é indicado na fase aguda, quando a sua eficácia é inquestionável e pode-se obter cura definitiva. Já na fase crônica não há consenso quanto ao tratamento etiológico. O tratamento é focado no órgão acometido e pode ser clínico medicamentoso ou cirúrgico. Nesta fase o tratamento não visa a cura da doença de Chagas, mas sim a qualidade de vida, minimizando intercorrências e aumentando a sobrevida, em especial, dos portadores de cardiopatia chagásica crônica.
3 2 3