A
banana é uma coisa muito parecida com uma salsicha só que da salsicha
se come a casca, mas a mamãe não deixa a gente fazer o mesmo com a casca
da banana. As salsichas a gente come elas deitadas, mas as bananas se
come é em pé. As salsichas o professor diz que dependem do engenho
humano e as bananas nascem nos cachos, mas ninguém conhece a máquina de
colocar elas lá dentro das cascas. As bananas pertencem ao reino
vegetal, agora,as salsichas nunca se sabe de onde é que vêm. Tem muita
gente que não gosta de salsicha, mas não tem pessoa nenhuma que não
aprecie banana, exceto a que escorrega na casca de uma. Texto de Millôr Fernandes, extraído de http://www2.uol.com.br/millor/conpozis/016.htm, em 15/07/2009.
O texto acima parece não seguir os mecanismos de coesão. No entanto,
foi escrito por Mîllor Fernandes, grande escritor brasileiro, conhecido
por seus textos de humor e sátira. Nesse texto, ele recorre à estratégia
de repetição de palavras porque:










a.


quer que as pessoas gravem bem a diferença entre a banana e a salsicha.








b.


quer
dificultar a leitura, usando essa estratégia, por ser o texto de
conteúdo humorístico e dirigido às classes populares e às crianças.








c.


quer
criar um efeito de sentido, que é a reprodução do discurso infantil,
geralmente caracterizado pelo escasso repertório lexical.








d.


quer convencer os leitores a comer bananas e salsichas.








e.


quer produzir um texto totalmente sem sentido

2

Respostas

2014-05-09T21:35:15-03:00
Acredito se tratar da alternativa C, pois é exatamente isso o que o autor pretende com seu texto.
2014-05-09T21:41:03-03:00
Estou entre a B) e a C)
 acho que é a C)...
espero ter ajudado