Respostas

A melhor resposta!
2014-05-10T21:28:40-03:00
Amor é fogo que arde sem se ver
 Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
 É dor que desatina sem doer;
 É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;
 É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.
 Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?
                            Luís de Camões

Do classicismo português ... bem antigo, do camões ... época das navegações portuguesas

 A uma dama
Vês esse Sol de luzes coroado
,Em pérolas a Aurora convertida;
Vês a Lua, de estrelas guarnecida
;Vês o Céu, de planetas adornado?
O céu deixemos: vês, naquele prado,
A rosa com razão desvanecida,
A açucena por alva presumida,
O cravo por galã lisonjeado?
Deixa o prado: vem cá, minha adorada:
Vês desse mar a esfera cristalina
Em sucessivo aljôfar desatada?
Parece aos olhos ser de prata fina...
Vês tudo isto bem?
Pois tudo é nada
À vista do teu rosto, Catarina
Gregório de matos
poema barroco bem antigo também .
1 5 1
2014-05-10T21:29:02-03:00
Uns dos poemas antigos que eu encontrei se chama  (NA PALMA DO TEMPO)

( INDENTIDADE DA VIDA)
1 5 1