Respostas

2013-06-19T17:12:09-03:00

A competição entre as nações em buscas de mercados e capitais(Imperialismo) foi um dos grandes fatores responsáveis pela deflagração da 1ª Guerra Mundial.As políticas de Alianças entre os países e a corrida armamentista nos anos anteriores à guerra também ganham destaque.

 

A faísca neste barril de pólvora foram as crises nacionais na Península Balcânica.Essa região era um foco de tensões porque envolvia interesses de três impérios: Russo,Turco-Otomano e o Austro-Húngaro.

 

Além disso,A Bósnia-Hergozegovina ficou sob proteção da Áustria-hungria,que a anexou em 1908,contrariando os interesses da Sérvia.

 

Estas disputas internas resultaram no atentado de Sarajevo,capital da Bósnia,em 28 de junho de 1914,quando um jovem militante sérvio assassinou o arquiduque Frascisco Ferdinando,herdeiro do trono Austro-húngaro.

 

A partir daí,a Áustria declarou guerra à Servia.Causando um conflito internacional,devido à política de alianças.

 

Em novembro de 1917,uma revolução na Rússia levou ao poder um governo socialista,que atendendo o apelo popular,retirou o país da guerra.

 

Quando se iniciou o conflito mundial,os EUA adoraram uma posição de neutralidade,embora fornecessem dinheiro,armas e manufaturas aos países da Tríplice Entente(Rússia,França e Grã-Bretanha).Mas em 1917,com  a saída da Rússia,os norte-americanos temiam o avançado crescimento industrial alemão,sendo mais interessante a vitória da Grã-Bretanha.Sendo assim,entraram na guerra em abril de 1917.

 

A guerra terminou com a vitória da Tríplice Entente~(excluindo a Rússia) e dos EUA sobre a Alemanha,Áustria-Hungria e do império Otomano,fazendo a Alemanha assumir a culpa pela guerra,pagar uma indenização gigantesca aos vencedores,doar 2 territórios importantes(Alsácia e Lorena),além de deixar um saldo enorme de mortos e feridos e possibiltar o ambiente para a explosão da 2º guerra,posteriormente.

5 4 5