Respostas

2014-05-14T08:49:06-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada,

Isso se devia às características da pecuária praticada na colônia americana de Portugal serem bastante diferentes das peculiaridades da principal atividade econômica, a produção da cana-de-açúcar (ser dono de um engenho seria o equivalente hoje de possuir dois ou três poços de petróleo).

Com receio de que a criação de gado atrapalhasse a lavoura de cana, ouve uma carta régia em 1701 que proibia a criação de gado (que não fosse diretamente utilizada na produção de açúcar) até 10 léguas das regiões litorâneas (locais em que se cultivava a  cana-de-açúcar), o que impulsionou a colonização do interior do Brasil, inclusive do sertão nordestino.

Nesse sentido, a criação de bois e vacas nos estados nordestinos no interior alcançava, ainda no século XVII, mais de 600 mil animais. Ao contrário do uso da mão de obra escrava predominante na monocultura da cana, a pecuária colonial, geralmente, empregava trabalhadores livres, com o pagamento sendo feito com os filhotes do gado, o que permitia a mobilidade social, com o vaqueiro se tornando dono do próprio rebanho. Além disso, havia o comércio de equinos e muares para o transporte, fortalecendo a atividade pecuária voltada ao mercado interno, ao invés do modelo exportador que predominava na produção de açúcar.

Para complementar essa resposta, sugiro que veja os vídeos " A História do Mundo em Duas Horas " , " HISTÓRIA DO BRASIL: A COLONIZAÇÃO DO BRASIL " e " Brasil: Uma História Inconveniente ", facilmente encontrados no you..tube.

Bons estudos!
4 2 4