Respostas

2014-05-14T21:30:24-03:00
John Locke, filósofo inglês e ideólogo do liberalismo, é considerado o principal representante do empirismo britânico e um dos principais teóricos do contrato social. 

Nasceu na pequena cidade de Wrington, em Somerset, na região sudoeste da Inglaterra, a 29 de agosto de 1632. 
Foi criado em Pensford, nas proximidades de Bristol. Sua família era da linha puritana da religião anglicana. Seus pais, de origem modesta, foram John Locke, um pequeno proprietário e advogado que trabalhava como procurador e como funcionário do Juizado de Paz, e Agnes Locke, filha de um curtidor. Viviam em um chalé em um conjunto de moradias de famílias do mesmo nível da sua. 

Estudou medicina, ciências naturais e filosofia em Oxford, principalmente as obras de Bacon e Descartes. Participou da Revolução Inglesa, em 1688. 
Passou vários anos na França e na Holanda para onde fugiu em 1683. Voltou à Inglaterra quando Guilherme de Orange subiu ao trono, em 1688. 

Pai do Liberalismo e do individualismo liberal; a principal obra, "Ensaio sobre o entendimento humano" (1690), propõe que a experiência é a fonte do conhecimento, que depois se desenvolve por esforço da razão. 

Ao fim de sua vida Locke ficou extremamente doente ao ponto de não poder levantar-se do leito e faleceu a 28 de outubro de 1704, aos 72 anos. 
Locke nunca casou ou teve filhos. 
Foi enterrado na igreja paroquial de High Laver. 

4 4 4