Respostas

2013-06-20T16:17:25-03:00

As reformas econômicas (perestróika) que o presidente da URSS fez permitiram a entrada de capitais de mercado em meio às províncias soviéticas. Essas, que estavam já havia anos em regime de economia planificada, não registiram à súbita entrada de capitais e suas economias entraram em colapso. Conseqüentemente, a estrutura política também se desordenou, ocasionando a desintegração do regime. 

Além disso, o processo de abertura política (Glasnost) incutiu, nessas repúblicas, ideais democráticos e de liberdade, o que gerou revoltas e instabilidade política. Como eram finitos os recursos do Estado soviético, visto a crise econômica por que passava, a repressão não era mais possível. Assim, as províncias foram tornando-se indeperndentes e a URSS se desintegrou.