Respostas

2014-05-18T16:18:05-03:00
De acordo com numerosos testemunhos escritos, na Grécia Antiga, os rapazes passavam por um período longo de iniciação, através do qual se preparavam para o seu futuro papel de cidadãos e pais de família, incorporando-se definitivamente ao grupo social. Isso implicava casar-se e participar ativamente da falange dos infantes no exército ou na marinha. Privado de uma dessas coisas, o jovem permaneceria à margem da comunidade e do Estado, não sendo, portanto, cidadão em sua plenitude.
Dois tipos de iniciação persistiam nas épocas clássica e helenística em Atenas. A primeira, de origem mais arcaica, era a apresentação do adolescente à fratria paterna, e a segunda, provavelmente estabelecida na época clássica, era o serviço militar, chamado efebia. Ambas tinham igual importância (...) e era indispensável que o jovem passasse pelas duas.