Considere o texto abaixo:

Diante de várias mudanças ocorridas na sociedade, com tantas informações e avanços tecnológicos, é possível observar também uma inversão de papéis e valores, onde a família ganha uma nova configuração, a mulher conquista cada vez mais seu lugar no mercado de trabalho, a criança também muda e consequentemente o aluno e a escola.
Os pais reagem diante dessas mudanças protegendo excessivamente seus filhos em vez de cultivar suas aptidões. Isto é uma realidade da família atual, como os pais passam pouco tempo com os filhos a educação oferecida muitas vezes é repleta de proteção, e esta nova configuração de família acaba por atribuir à escola o papel de educar. Sendo que a educação precisa acontecer no contexto familiar, é aí que os conceitos e valores são transmitidos de pais para filhos e ao contexto escolar cabe ampliar essas ações iniciadas na família. A constância é algo importante no contexto familiar, os filhos necessitam da firmeza vinda de um “não”, isto é que vai lhes proporcionar facilidade ao lidar com a frustração, inerente a todas as pessoas em todo o decurso da vida. Ao colocar as tarefas e os limites para os filhos quanto ao dinheiro, ao tempo, o respeito ao próximo, é necessário que os pais observem suas próprias posturas, uma vez que a criança aprende pelo modelo do adulto, e as atitudes valem mais que palavras.

LOPES, Patrícia. Papel dos Pais na Educação. Brasil Escola. Disponível em: http://www.brasilescola.com/psicologia/papel-dos-pais-na-educacao.htm Acesso em: 09/05/2013 (adaptado).


De acordo com o cartum e o texto apresentados, avalie as asserções seguintes e a relação proposta entre elas:


I. No cartum constata-se uma completa inversão de valores, uma vez que a família atribui unicamente à professora a responsabilidade pelo mal desempenho do estudante.

PORQUE

II. As transformações sociais e culturais têm convergido para uma família com cada vez menos tempo de convivência diária e o consequente sentimento de culpa que leva à superproteção dos filhos e à delegação das responsabilidades educacionais prioritariamente à escola.

As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.

A asserção I é uma proposição verdadeira e a II é uma proposição falsa.

As asserções I e II são proposições falsas.

As asserções I e II são proposições verdadeiras e a II é uma justificativa da I.

A asserção I é uma proposição falsa e a II é uma proposição verdadeira.

2

Respostas

2013-06-23T13:14:01-03:00

 A asserção I é uma proposição verdadeira e a II é uma proposição falsa. 

 

4 4 4
2013-06-23T14:01:58-03:00

As asserções I e II são proposições verdadeiras e a II é uma justificativa da I.

10 4 10