Respostas

2014-05-21T11:34:16-03:00
  1.   INTRODUÇÃO   O presente trabalho não intenciona se aprofundar na discussão teórica sobre o significado de democracia, liberalismo e socialismo, e sim abordá-los sobre o enfoque de que mesmo doutrinas opostas, como as liberais e as socialistas, consideraram a democracia compatível com seus próprios princípios, ou seja, uma parte integrante do próprio credo. Segundo Norberto Bobbio, um liberalismo sem democracia não seria considerado hoje um verdadeiro liberalismo; e um socialismo sem democracia, um verdadeiro socialismo. Dentro desse contexto, pretende-se recorrer ao conceito de representação política, a evolução histórica de seu princípio desde o Estado Medieval ao Estado Moderno ou Nacional, e assim entender as doutrinas políticas dominantes no tempo, o liberalismo de um lado e o socialismo do outro. Ao mesmo tempo, fica patente o desenvolvimento da democracia e da sociedade nos regimes representativos, em suas diversas direções, e o ideal democrático como elemento integrante e necessário, mas não constitutivo, no socialismo. Por outro lado, mostra-se o significado que inovações tecnológicas e movimentos intelectuais tiveram para proporcionar profundas mudanças ocorridas no estamento social, econômico e institucional dos Estados. Como uma das conseqüências, vê-se o papel decisivo que as novas “classes” sociais (burgueses e trabalhadores) representaram, através do direito a representação, para a evolução política nos séculos XVIII, XIX e XX. Nas considerações finais, apresenta-se o exemplo de dois Estados Nacionais, Estados Unidos (EUA) e ex-União Soviética (URSS), que pela importância política, econômica e militar dos últimos 50 anos, demonstram a assimetria no desenvolvimento dos sistemas representativos, sejam eles liberais ou socialistas. Por fim, através de uma sucinta análise da conjuntura política atual, faz-se uma visão prospectiva dos sistemas e ideologias políticas.
1 4 1