Tendo como foco a indústria automobilística americana, o autor de Carros: o risco na modernidade e a emergência das redes na indústria automobilística procura analisar os principais fatores que provocaram as mudanças na postura das empresas na modernidade. Um dos mais importantes se encontra resumido a seguir:
Se no início da indústria automobilística ainda fosse possível manter um grau de relativa autonomia, a formação e manutenção de fortes redes se tornaram vitais nesse nicho de mercado. A competência dos atores envolvidos na rede (ou a ausência desta) determinará o futuro das redes. Dentro das redes os riscos são compartilhados e as possibilidades também. Um fornecedor de peças precisa estar convencido do sucesso antecipado do projeto do carro a ser produzido e fazer uma aposta com a montadora (p. 3).Fonte: MODES, Luciano. Carros: o risco na modernidade e a emergências nas redes na indústria automobilística. UNIC- Universidade de Cuiabá, 2014.
Analisando os elementos contidos no texto, julgue as afirmativas a seguir assinalando (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas. Em seguida, indique a sequência correta.
• A autonomia, indicada no texto, significava que a empresa de grande porte nunca se apoiou em uma outra empresa menor para lhe fornecer peças ou serviços.
• As redes de empresas não indicam que não haverá mais riscos, mas que serão compartilhados.
• Ao fornecer para uma grande indústria, a empresa de pequeno porte participa de seus sucessos, e por extensão, de seus fracassos também.

A sequência correta é:
F-F-F
V-V-V
F-V-V
F-V-F
F-F-V

1

Respostas

2014-05-22T11:36:31-03:00
A resposta correta é:

F-V-V
4 4 4