Respostas

2013-06-26T08:03:06-03:00

Dentro do recipiente cilíndrico, passa o explosivo, ligado a um barbante, na parte central. Os explosivos são responsáveis por impulsionar o foguete. Em volta do explosivo, está a pólvora negra, juntamente com as estrelinhas, essas, que geram faíscas brilhosas e acendem rapidamente e com facilidade.  As estrelas vêm em diversos tamanhos e a queima delas resulta nos desenhos formados pelos fogos. A explosão é a responsável por jogá-las para várias direções. 

Nas conchas simples, acende-se o pavio. Quando ele começa a queimar no interior do recipiente cilíndrico, acende o explosivo que passa na parte interna, ocasionando a explosão. No momento da explosão, atinge as estrelas formando os efeitos. Já nas conchas múltiplas, é o mesmo mecanismo das simples, mas com várias conchas em uma só ou com várias seções, sem utilizar outras conchas. Elas são acesas por pavios distintos, sendo a explosão de uma, responsável por acender a outra. As múltiplas produzem mais efeitos que as simples.

1 1 1
2013-06-26T17:04:49-03:00

Os foguetes pirotécnicos ou fogos de artifício são explosivos compostos por um pavio, que inicia a combustão.  Por intermédio dessa, os foguetes sobem até uma certa altura, depois estouram com muita intensidade. O uso deles é comum em festas juninas, réveillon, Natal, jogos de futebol, casamentos e comemorações afins. 

Não é complicado entender o funcionamento dessas engenhocas. Segundo informações do site HowStuffWorks Brasil, os fogos de artifícios possuem alguns componentes básicos. As chamadas conchas são feitas de pólvora negra ou cintilante; normalmente, envoltos em tubos de papelão e com um pavio. Os fogos são formados por uma espécie de concha, que é desmembrada em quatro partes. É um recipiente com fomato de cilindro, as esferas, o explosivo e o pavio. 

Dentro do recipiente cilíndrico, passa o explosivo, ligado a um barbante, na parte central. Os explosivos são responsáveis por impulsionar o foguete. Em volta do explosivo, está a pólvora negra, juntamente com as estrelinhas, essas, que geram faíscas brilhosas e acendem rapidamente e com facilidade.  As estrelas vêm em diversos tamanhos e a queima delas resulta nos desenhos formados pelos fogos. A explosão é a responsável por jogá-las para várias direções. 

Nas conchas simples, acende-se o pavio. Quando ele começa a queimar no interior do recipiente cilíndrico, acende o explosivo que passa na parte interna, ocasionando a explosão. No momento da explosão, atinge as estrelas formando os efeitos.

 Já nas conchas múltiplas, é o mesmo mecanismo das simples, mas com várias conchas em uma só ou com várias seções, sem utilizar outras conchas. Elas são acesas por pavios distintos, sendo a explosão de uma, responsável por acender a outra. As múltiplas produzem mais efeitos que as simples.