O acirramento da crise entre EUA e Rússia por conta dos eventos relacionados à Ucrânia tem tido capítulos interessantes, como a criação, por parte do presidente russo, de uma rede de fast-food para concorrer com o McDonald’s. Leia na reportagem a seguir:

Putin criará rede de fast-food para concorrer com McDonald's
Presidente ressaltou que a comida russa "deve ser fresca como a caseira, mas elaborada segundo os princípios da produção industrial"

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou nesta segunda-feira que deseja desenvolver uma rede russa de fast-food para abrir concorrência no setor, incluindo a americana McDonald's.
"Temos uma comida fantástica. A questão principal é como reunir a produção industrial com uma boa qualidade, digamos que melhor do que os possíveis concorrentes, incluindo o McDonald's", declarou Putin, citado pelas agências locais.
Fonte: Disponível em: <http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/putin-criara-rede-de-fast-food-para-concorrer-com-mcdonalds,4a3fae521b8a5410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html>. Acesso em: 28 abr. 2014.

Os “novos capítulos” envolvendo o acirramento das relações entre EUA e Rússia mostram que:

a)Conseguir construir uma marca forte de comida russa não afetará em nada a economia nem os valores russos.

b)A substituição da comida americana pela russa se dará automaticamente, já que as todas as pessoas sempre vão preferir comida local à estrangeira.

c)Mesmo encerrada a Guerra Fria, EUA e Rússia ainda vivem um clima de competição que se estende da polarização política até o mundo dos negócios.

d)A criação de um restaurante de fast-food é uma tentativa, única e exclusiva, de melhorar as finanças do país, que se empobreceu muito desde o fim do bloco comunista soviético.

e)A postura russa de criar um restaurante para competir com o McDonald’s nada tem a ver com a rivalidade entre os dois países, nem com a ideia de disseminação de uma cultura russa pelo mundo ocidental.

1

Respostas

A melhor resposta!
2014-05-23T20:00:39-03:00
A resposta é C. Mesmo após a guerra fria, EUA e Rússia ainda protagonizam disputas acirradas. Sendo ainda duas das mais influentes nações, os dois países na maioria das vezes assumem posicionamentos opostos. Como por exemplo na invasão do Iraque pelos EUA, condenda pela Rússia e na presença de tropas Russas na criméia (território ucraniano), condenada pelos EUA.
4 5 4