Respostas

2014-05-27T17:53:57-03:00
1. Na Patrísticas, encontra-se o grande pensador cristão Santo Agostinho. Quanto a escolástica são: Boécio, Santo Anselmo (considerado pai da escolástica), Pedro Abelardo, Duns Scoto, Guilherme de Ockham e São Tomás de Aquino (considerado o maior filósofo).
2. Naquela época, podemos dizer que Fé é o sentido pleno/alargar e ir além de seus conhecimentos racionais. Quanto a Razão, daria sentido à Vida, uma resposta.
3. A Filosofia tem sua centralidade na Razão e na Fé. Na escolástica, há uma circularização entre Razão e Fé (Filosofar na Fé), na Escolástica, existe uma autonomia da Razão sobre a Fé, porém esta autonomia é para uma unidade, ou seja, não distinta, mas reconhece que uma completa a outra; quase na decadência da Idade Média, temos Duns Scoto que vai fazer uma clara distinção entre Razão e Fé e por fim, Guolher de Okcham irá fazer uma separação entre Razão e Fé, dando uma "origem" para o pensamento Moderno.
4. A Escolástica foi importante, pois é o surgimento das grandes faculdades e universidades, nesta época, como foi dito acima, existia uma autonomia entre Razão e Fé, desta maneira, os grandes padres da Igreja buscavam uma explicarão racional para a existência de Deus, além disso, não inseriram a Bíblia como uma fonte primordial, mas usava-se a razão para tais explicações. Em suma, caracteriza-se pela circularidade da tensão do ensino entre Teologia e filosofia nas Escolas.