Respostas

2014-05-28T20:30:49-03:00
No começo do século XX, a Rússia passou por uma crise social e econômica. A desigualdade era enorme entre os camponeses e a nobreza (dona de terras). O regime do czar Nicolau II foi seriamente abalado por protestos, em 1915. As lideranças socialistas organizaram os operários em conselhos, os sovietes, nos quais se debatiam decisões políticas. 
O czar prometeu reformas; estabeleceria um governo constitucional e convocaria eleições para o parlamento (Duma), responsável de elaborar uma constituição. Os mencheviques e outros partidos deram-se por satisfeitos. Já os bolcheviques – socialistas revolucionários liderados por Lênin, exigiram o fim da monarquia. 
O governo procedeu repressão aos focos de revolta interna, prendeu líderes revolucionários e deixou as promessas que havia feito de lado. Em 1917, inicia-se em Petrogrado (atual São Petersburgo) a revolução que resultaria na renuncia do Czar. 
Neste momento é instalado o governo provisório com dois poderes o Soviete de Petrogrado e a Duma, controlado pelos mencheviques e sem representantes dos bolcheviques. 
1 5 1
Desculpe, mas acho que vc voltou muito na história
o desmembramento ocorreu depois da perestroika
Veja esse comentário: O conjunto de medidas que propunha modernizar e dinamizar a economia do país e a diminuição da atuação do Estado na vida do cidadão, tornou-se claro que a união Soviética estava com seus dias contados. O fim da URSS ( ou seja o desmembramento) foi oficializado em 21 de dezembro de 1991 com a criação da Comunidade dos Estados Independentes (CEI) formada por Rússia,, Ucrânia, Bielo-Rússia, Cazaquestão e Uzbequistão.