Respostas

2014-05-30T18:19:53-03:00
É recomendável para os administradores, realizarem cálculos, tendo em vista subsídios para tomada de decisão correta sobre a forma de tributação,tendo estimativas de receitas e custos, tendo como base o orçamento anual ou valores contábeis históricos, devidamente ajustados em expectativas realistas.   Deve se optar pela modalidade em que o pagamento dos tributos, compreendendo não só o IRPJ e a CSLL, mas também outros tributos como: PIS, COFINS, IPI, ISS, ICMS e INSS seja de forma mais econômica, E que possa atender as limitações legais de opção de cada regime.
 Mas acredito que para  empresas com picos de faturamento, durante o ano-exercício, optar pelo Lucro Real anual pode ter vantagens, pois poderá suspender ou diminuir o pagamento do IRPJ e da CSLL, se os balancetes apontarem lucro real menor que o estimado ou prejuízos fiscais. Tambem posso citar como  vantagem é que o prejuízo apurado no próprio ano pode ser compensado integralmente com os lucros do exercício.  É recomendável para os administradores, realizarem cálculos, tendo em vista subsídios para tomada de decisão correta sobre a forma de tributação,tendo estimativas de receitas e custos, tendo como base o orçamento anual ou valores contábeis históricos, devidamente ajustados em expectativas realistas.   Deve se optar pela modalidade em que o pagamento dos tributos, compreendendo não só o IRPJ e a CSLL, mas também outros tributos como: PIS, COFINS, IPI, ISS, ICMS e INSS seja de forma mais econômica, E que possa atender as limitações legais de opção de cada regime Mas creio que para  empresas com picos de faturamento, durante o ano-exercício, optar pelo Lucro Real anual pode ter vantagens, pois poderá suspender ou diminuir o pagamento do IRPJ e da CSLL, se os balancetes apontarem lucro real menor que o estimado ou prejuízos fiscais. Tambem posso citar como  vantagem é que o prejuízo apurado no próprio ano pode ser compensado integralmente com os lucros do exercício.