Respostas

2013-07-03T23:30:39-03:00

Lembrando que a fórmula da energia cinética é

 

E=mv²/2

 

Na situação A temos um corpo inicialmente parado, então se sua velocidade é zero a energia cinética é zero. Depois, ele fica com velocidade 4m/s, e nesse caso sua energia será

E'=m4²/2=16m/2=8m

 

Percebemos que ele variou então de 0 J a 8m J.

 

Na situação B o raciocínio é o mesmo: Inicialmente, 0 J pois a velocidade é nula. Depois, E=m.8²/2=32 m

Variou de 0 J a 32m J

 

Obs: Considerei a massa como m já que o exercício não forneceu o valor.

1 1 1