Analise o texto a seguir.
Anteriores à moderna descoberta da história, mas intimamente relacionadas com esta última em seus motivos, foram as tentativas feitas no século XVII no sentido de formular novas filosofias políticas, ou melhor, de inventar meios e instrumentos para a ‘fabricação de um animal artificial ... o Commonwealth ou o Estado’. (...) as regras e os critérios para a construção e o julgamento dessa mais humana de todas as ‘obras de arte’ humanas não se encontram fora do homem, não é algo que os homens tenham em comum em uma realidade mundana percebida pelos sentidos ou pela mente. São, antes, engastados no interior do homem, abertos somente à introspecção, de sorte que sua própria validade baseia-se na premissa de que ‘não...os objetos das paixões’, mas as próprias paixões são as mesmas em todos os espécimes do gênero humano.ARENDT, H. A condição humana. Tradução de: RAPOSO, Roberto. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008. p. 312. (Adaptado)
Com base na explicação de Hannah Arendt em relação ao nascimento do Estado, podemos afirmar que

A -
Hannah Arendt concorda com Hobbes e Descartes no que se refere à igualdade das paixões humanas, ou seja, para ela todos os homens desejam as mesmas coisas.

B -
as filosofias contemporâneas concordam plenamente com a concepção de Estado, tal como fora proposta por Hobbes.

C -
Foucault e Hannah Arendt possuem posicionamentos totalmente diferentes em relação à necessidade do Estado, pois, para a autora, o Estado não é necessário para a estrutura política de uma sociedade. Ao contrário, Foucault propõe que só existe política na esfera estatal.

D -
o Estado, segundo Hannah Arendt, na medida em que está fundado na concepção de que todos os homens são iguais, mascara as características que distinguem um indivíduo do outro e estabelece um tipo de governo que pode recair em totalitarismo.

1

Respostas

A melhor resposta!
2014-06-04T21:33:47-03:00
A resposta correta é a alternativa "C"
A alternativa "A" está errada pois para a autora, defende o chamado "pluralismo" no âmbito político, diferente de Descartes e Hobbes (que propunha um contrato social para que os homens, legitimem as necessidades (ou desejos) em comum, para o bom funcionamento da sociedade)
A alternativa "B" está errada, pois se encontra ultrapassado o estado absolutista proposto por Hobbes, em que o déspota absolutista interfere o quanto achar necessário tanto na economia ou administração e em questões sociais
A alternativa "C" é correta pois o modelo de "individualização politica" proposta por Arendt, é foco de críticas de Focault, que defende um Estado mais "generalista" e sem aparelhos de "micropoder"
A alternativa "D" esta errada, pois a questão levantada é justamente a ideia que Arendt pretende criticar, é ate mesmo um bom resumo para entender o ponto que a autora discorda

10 3 10