A italiana FIAT recentemente promoveu uma incursão dentro do segmento de veículos elétricos. Os resultados, no entanto, não foram tão animadores já que os carros produzidos dariam prejuízo à montadora. Observe a reportagem a seguir que trata do tema:
Fiat perde 14 mil dólares em cada 500e feito
CEO da empresa teria pedido para consumidores não comprarem o modelo.
á três anos, Sergio Marchionne, CEO da Fiat, previu que a empresa perderia 10 mil dólares em cada 500e feito. Infelizmente, suas estimativas estavam um pouco fora do previsto, já que o executivo revelou o valor real é superior em US$ 4 mil. "Se você está pensando em comprar um 500e, espero que você não o compre, porque cada vez que eu vendo um, isso me custa US$ 14.000", disse Marchionne ao público presente na Brookings Institution, nos Estados Unidos. O Fiat 500e está equipado com uma bateria de íons de lítio de 24 kWh e um motor elétrico que desenvolve 111 cavalos de potência e 20,4 mkgf de torque. Com essa configuração o carro atinge uma velocidade máxima de 137 km/h e percorre até 140 km com uma única carga.
Podemos concluir, a partir da reportagem lida e da discussão a respeito de veículos elétricos que:
a)
O principal entrave da popularização do carro elétrico é a falta de vontade das montadoras que, se realmente desejassem, conseguiriam contornar qualquer adversidade.
b)Carros elétricos são a grande solução do presente e do futuro. Os custos podem ser facilmente absorvidos pelas montadoras já que elas ganham bem mais do que gastam.
c)O crescimento da participação da FIAT no mercado de elétricos tem um custo. Significa que, se ela quer ser bem-sucedida um dia deve amargar o prejuízo e continuar investindo nesta tecnologia que, sem dúvida, tomará rapidamente o lugar dos automóveis convencionais.
d)O que é possível averiguar pela reportagem é que o veículo elétrico não consegue emplacar, no fundo, por conta da pressão econômica dos grandes produtores de petróleo.
e)A adoção de veículos elétricos é um passo complexo já que envolve custos de fabricação e preços de revenda altos, bem como aspectos culturais que tornam o negócio mais intrincado.

2
Resposta Correta: A adoção de veículos elétricos é um passo complexo já que envolve custos de fabricação e preços de revenda altos, bem como aspectos culturais que tornam o negócio mais intrincado..

Respostas

2014-06-04T22:01:06-03:00

Resposta: A adoção de veículos elétricos é um passo complexo já que envolve custos de fabricação e preços de revenda altos, bem como aspectos culturais que tornam o negócio mais intrincado.
2 5 2
2014-06-04T23:37:14-03:00
R= A ADOÇÃO DE VEÍCULOS ELÉTRICOS É UM PASSO COMPLEXO...
2 5 2