A questão-chave nesses embates entre grupos de jovens e alguns estabelecimentos comerciais é até que ponto o cidadão pode se manifestar social e culturalmente nesses espaços, já que eles pertencem a alguns. (...).
Sob uma abordagem sociológica, os rolezinhos também representam outra face de uma questão social que passa pela ausência de espaços coletivos em quantidade e qualidade suficiente nas regiões mais carentes das grandes cidades brasileiras, o que leva a população a se reunir em shoppings. (...).
Por fim, para quem pensa que a repressão ao rolezinho será a solução a problemas socioculturais que acompanham nosso país desde os primórdios da conquista portuguesa, engana-se. Com acesso cada vez maior à informação devido à popularização da Internet, o brasileiro está ficando mais consciente de seu papel como membro de um grupo social, o que, certamente, repercutirá nas ruas e nas urnas entre junho (época de copa do mundo) e outubro (época de eleições). Portanto, se organizações públicas e privadas não se derem conta dessa mudança nas variáveis social e cultural do macroambiente de negócios, o resultado poderá ser fatal à efetividade e, até mesmo, à continuidade de algumas dessas organizações. (...).


Fonte: PAPASTAWRIDIS, Pedro. Disponível em: . Acesso em: 21 jan. 2014.


Após a leitura dessa matéria e dos estudos realizados sobre o tema, analise as afirmações a seguir assinalando a alternativa correta:

Os rolezinhos provocaram um debate até que ponto alguns fenômenos podem afetar negativamente o comércio, ao mesmo tempo fica implícita a necessidade de espaços coletivos ao lazer desses jovens.

Os espaços urbanos privados têm seus donos e cabe a cada um desses grupos sociais abastados que detém esses espaços geográficos determinar quem pode ou não pode frequentar esses espaços, pois fica claro que, se manter pessoas diferentes em um mesmo local, os conflitos serão inúmeros.

Os rolezinhos só são um problema para os comerciantes que têm seus lucros afetados negativamente pela presença desses grupos, portanto trazer à tona uma discussão no nível nacional não faz sentido, pois os dirigentes lojistas e suas representações é que devem dar conta de resolverem esse problema comercial.

As influências sociais e culturais, assim como essa mudança no paradigma econômico, são fatores que os lojistas e demais organizações já estão atentos, pois já começaram a lançar produtos e serviços para o público dos rolezinhos no intuito de captar mais recursos financeiros e assim manter seus lucros à custa de vandalismos.

Nos casos dos rolezinhos, que propiciaram uma discussão social a respeito da diversidade cultural, fica explícito que nesses casos de diferenças sociais e culturais a polícia deve agir de forma intensa afastando as pessoas mais pobres dos locais de consumo, com o intuito de não afetarem a economia nacional.

1

Respostas

2014-06-06T15:55:42-03:00
Os rolezinhos provocam um debate até que ponto alguns...
1 2 1