Respostas

2014-06-08T03:17:39-03:00
Existe uma diferença básica:
Heráclito afirmava que tudo estava em constante mudança, mas que não ocorria transformações nas coisas, ou seja, elas não passavam a ser novas coisas por causa da mudança ocorrida. 

Parmênides dizia que se as coisas se transformam então elas deixam de ser o que são para poderem se tornar novas coisas. 

A semelhança é que ambos acreditavam na existência de duas vias para a compreensão da realidade.

1- Via filosófica, da razão, da essência. " O ser é eterno, único, imóvel e ilimitado". 
2- Via crendice, da opinião pessoal da aparência enganosa.