(CEPERJ) Leia o texto a seguir para responder à questão:

FALTA DE NEUTRALIDADE NA WEB FARÁ INTERNAUTA PAGAR “MAIS PEDÁGIOS”

Após tantos anos de debate, deve ser finalmente votado o projeto do Marco Civil da Internet. Ao longo das discussões, tornou-se ainda mais óbvia a importância da internet como meio de expressão social: são 105 milhões de internautas no Brasil e cerca de dois bilhões no mundo.
Um dos pontos básicos do projeto – e o que mais está em risco – refere-se à neutralidade de rede. Parece um conceito reservado apenas à compreensão dos técnicos, distante dos interesses dos tantos milhões de internautas, mas é o oposto. Esta é a chave para a manutenção da internet livre e aberta como tem sido até agora. Se o tratarmos como um tema para experts, sem decifrar este “enigma”, corremos o risco de deixar os detentores da infraestrutura de banda larga (as empresas telefônicas) intervir como quiserem no livre fluxo de criação de sites e dados, mudando assim o espírito da igualdade dos conteúdos, serviços e negócios inovadores na rede.
[...]
. Não vamos deixar que as empresas de telecomunicações restrinjam o desenvolvimento da internet.
EDUARDO F. PARAJO (Adaptado de http://tecnologia.uol.com.br/)

A neutralidade a que se refere o texto corresponde a:
A -Sua respostacondição de acesso a qualquer página eletrônica sem limitaçãoatitude dos B- internautas em relação às empresas de telecomunicaçõespossibilidade de controle das _ corporações pelos internautasnecessidade de vigilância de todos os dados de D -navegaçãocomportamento esperado dos parlamentares na votação das leis

1
A -Sua resposta condição de acesso a qualquer página eletrônica sem limitação
A -condição de acesso a qualquer página eletrônica sem limitação #corrigindo

Respostas

2014-06-10T12:47:13-03:00
Correta: Condição de acesso a qualquer página eletrônica sem limitação