Avalie os quadrinhos e a fábula a seguir:

Figura 6: Quadrinho
Fonte: Disponível em: <https://www.google.com.br/search?q=tirinhas+de+dilbert+sobre+produtos&es_sm=93&tbm=isch&tbo=u&source.... Acesso em: 10 maio 2014.

Fábula
Era uma vez um sábio comerciante cujos negócios prosperavam a olhos vistos. Sua loja ou tenda, como diziam na época, vivia repleta de clientes e estes, por sua vez, diziam aos seus amigos, recomendando:
- Compre na loja do sábio comerciante. Só lá você vai se sentir valorizado... A fama da loja e dos serviços ultrapassava as fronteiras. Ele nadava em prosperidade, enquanto seus concorrentes faziam esforços enormes para conquistar os fregueses... Tanta prosperidade e habilidade em vendas alertou os doutores Ph.D’s do reino e logo começou o “diz-que-me-diz-que” entre os professores de pós-graduação em mercadologia (naquele tempo não existia ainda a palavra marketing). Vários especialistas, estudantes foram pesquisar qual a razão do sucesso e não descobriam. Certo dia um rapaz menos preocupado com o sucesso do comerciante, e mais voltado para a sua maneira de trabalhar, foi fazer seu trabalho acadêmico intitulado “Observação do Comportamento dos Compradores nos Mercados Persas e Similares e o Trato dos Comerciantes com os seus Clientes nas Feiras Livres e Tendas”.
O rapaz pediu licença ao velho comerciante, apresentou-se e recebeu dele o seguinte comentário: ...o segredo principal do meu negócio é procurar manter os clientes encantados com nossos serviços e produtos.
Fez um breve silêncio e depois disse:
- Ei! Aqui não se usa nenhuma magia. Encantar clientes é mantê-los fiéis à sua tenda, fazendo com que gostem de você, gostando de si próprios primeiro. Mantê-los encantados é trabalho para 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano. Dá trabalho encantar clientes! E a parte principal deste trabalho está na sutileza, na maneira de se fazer as coisas, pois o essencial do relacionamento cliente-tenda é invisível aos olhos, como disse certa vez o pequeno príncipe. Por exemplo, precisamos saber sempre o que o cliente quer comprar e não o que eu e meus fornecedores queremos vender para eles...”.
Analisando as tiras e a fábula podemos perceber que:

1-Nos dois casos, vemos a estratégia centrada apenas nos lucros.

2-Tanto o líder dos quadrinhos quanto o da fábula apresentam a mesma postura em relação ao relacionamento com os clientes e com as pessoas em geral.

3-É possível perceber a preocupação com uma postura ética por parte do líder da tirinha, tanto em relação aos clientes como com a sua equipe.

4-O velho sábio segue os preceitos éticos procurando respeitar os seus clientes e as pessoas em geral.

5-O primeiro líder (das tiras) se preocupa com a vida em geral – de seus empregados, clientes, familiares, dando as informações corretas em relação aos seus produtos, contribuindo assim para a formação dos seus colaboradores.




1

Respostas

2014-06-10T14:01:42-03:00
CORRETA:O velho sábio segue os preceitos éticos procurando respeitar os seus clientes e as pessoas em geral.