Respostas

2014-06-14T16:31:17-03:00
O FARAÓ: filho de Amon-Rá, o deus-sol, e encarnação de Hórus, o deus-falcão. Toda felicidade dependia do faraó, que comandava o exército, distribuía justiça e organizava as atividades econômicas. Possuía várias mulheres, mas só a primeira podia usar o título de rainha.
A NOBREZA:
 parentes do faraó, altos funcionários do palácio, oficiais do exército, chefes administrativos e sacerdotes. Os altos funcionários possuíam extensos domínios e levavam vida luxuosa. Em tempo de guerra, combatiam em carros especiais.A dignidade sacerdotal era hereditária, sendo estes membros da mais elevada camada social. Administravam os bens ofertados aos deuses e também recebiam grandes propriedades. O mais importante de todos era o profeta de Amon.
OS ESCRIBAS: formados nas escolas do palácio, aprendiam a traçar os complicados caracteres da escrita, os hieróglifos. Graças à sua cultura, transformavam-se em magistrados, inspetores, fiscais e coletores de impostos, sendo considerados os olhos e ouvidos do faraó.
OS SOLDADOS: estes não eram muito estimados pela população e viviam dos produtos recebidos como pagamento e dos saques realizados durante as conquistas. Antes da invasão dos Hicsos não havia cavalaria a os soldados combatiam a pé.
CAMPONESES E ARTESÃOS: destes dependia a prosperidade do antigo Egito e, apesar disto, recebiam míseros pagamentos em forma de produtos. Moravam em cabanas, vestiam-se pobremente e comiam pouco. O que poupavam, guardavam para o funeral a fim de garantir melhor vida após a morte.
OS ESCRAVOS: Eram, em geral, bem tratados. Naquela época, os egípcios ofereciam certa segurança a seus escravos, o que não era comum entre os povos primitivos.
5 3 5