. Sobre as mudanças das fronteiras políticas na Europa pós-napolêonica, Hobsbawm escreveu: “A mais importante delas foi uma racionalizacão geral do mapa político europeu, [...]. O típico Estado moderno, que estivera se desenvolvendo por vários séculos, é uma área ininterrupta e territorialmente coerente, governada por uma só autoridade e de acordo com um só sistema fundamental de administração e de leis.”

Conforme o texto:
I - O historiador refere-se ao fim da fragmentação territorial e política vigente no Antigo Regime, bem como à padronização de instituições que teve por modelo a França.
II - Ele apresenta a essência do exercício do poder de forma absoluta.
III - Sua afirmação permite concluir que, após o furacão napoleônico, consolidaram-se Estados mais coerentes, no plano político e institucional, em muitas regiões, reinos e territórios antes descontínuos e com traços feudais.
IV - A racionalização enfatizada pelo autor aponta para uma maior adequação das fronteiras às origens étnicas e aos traços culturais das populações que ocupavam os territórios, pondo fim, para sempre às disputas internas e externas na área continental da Europa.

Assinale somente a alternativa que reúne as afirmativas corretas:
a) II e IV.
b) Somente a IV.
c) I e III.
d) I e II.

1

Respostas

2014-06-17T22:21:22-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
c) I e III. 

Essas são as corretas, segundo minha análise.