Respostas

2014-06-22T17:51:49-03:00
Olha, a tese do "milagre grego" é exatamente o que o nome deixa bem óbvio: Tratar a passagem da cosmogonia (explicações pelos mitos) para a cosmologia (explicações lógicas, filosóficas) como um "milagre" dos gregos, como se houvesse ocorrido de uma hora para outra, numa espécie de eureka grego.
As explicações contrapostas a esse tese são as explicações por meio dos fatores que levaram a isso, uma explicação histórica, sabe? É uma explicação que analisa os fatores que levaram a essa mudança do pensamento grego, que não foi, de forma alguma, repentina. Os fatores foram, principalmente:
# Invenção da Escrita - A invenção da escrita é fundamental porque, convenhamos, a postura de quem escreve é diferente daquela de quem apenas fala. É necessário pensar, escolher minuciosamente as palavras, ter cautela, e essas características que precisamos na escrita também são fundamentais para o exercício do pensamento crítico.
# Invenção das Pólis - Nas pólis, cidades-Estado gregas, havia um lugar chamado Ágora, que era a praça pública da cidade. Na ágora, as pessoas conversavam, discutiam e debatiam os assuntos de interesse comum a sociedade, e esse debate leva ao surgimento (não instantâneo, é bom ressaltar) do pensamento lógico.
# Invenção da Moeda - Essa invenção foi uma que, no ponto de vista dessa aluna aqui que está escrevendo (huehue) é a que influenciou de uma forma mais, digamos, peculiar, e mesmo assim, de uma forma tão importante, porque quando você inventa a moeda, o dinheiro, você atribui valor as coisas. Na realidade, você está trocando o valor sentimental que tal objeto tem para você e atribui a ele um valor de mercadoria. Você tira aquela visão mítica dos objetos, entendeu?  Enfim, é outro fator importante.
Bom, fiz uma apresentação de filosofia exatamente sobre esse tema, então não se assuste com o tamanho do texto (rs.). Qualquer duvida, é só chamar :) Espero ter ajudado.
  • Usuário do Brainly
2014-06-22T20:35:20-03:00
A tese do "pensamento mitico" consiste na passagem do pensamento mitico para o filosofico, mas alguns estudiosos dizem, em contraposição, que o "milagre grego" não é realmente um milagre, mas sim o resultado de uma serie de processos que aconteceram ao longo dos tempos