Respostas

2014-06-23T17:36:16-03:00
Cirrose hepática (terrível), encefalopatia alcoolica, alguns tipos de canceres, demência, dependência. 
Foi comprovado que o consumo moderado de álcool está associado a um maior risco de doença de Alzheimer e outras doenças senis, angina no peito, fraturas e osteoporose, diabetes, úlcera duodenal, cálculo biliar, hepatite A, linfomas, pedras nos rins, síndrome metabólica, câncer no pâncreas, doença de Parkinson, artrite reumática e gastrite. O consumo moderado também pode dificultar a memória e o aprendizado, e até piora a pontuação em testes de QI. 
O álcool é absorvido principalmente no intestino delgado, e em menores quantidades no estômago e no cólon. A concentração do álcool que chega ao sangue depende de fatores como: quantidade de álcool consumida em um determinado tempo, massa corporal, e metabolismo de quem bebe, quantidade de comida no estômago. Quando o álcool já está no sangue, não há comida ou bebida que interfira em seus efeitos. Os efeitos do álcool dependem de fatores como: a quantidade de álcool ingerido em determinado período, uso anterior de álcool e a concentração de álcool no sangue. O uso do álcool causa desde uma sensação de calor até o coma e a morte dependendo da concentração que o álcool atinge no sangue.
1 5 1
2014-06-23T22:53:44-03:00
A doença hepática alcoólica é um dano ao fígado e ao seu funcionamento devido ao abuso de álcool.
A doença hepática alcoólica geralmente ocorre após anos de consumo excessivo de bebidas alcoólicas quanto maior o consumo de álcool e a duração desse consumo,maior a probabilidade do desenvolvimento da doença.