Respostas

2014-06-23T20:17:39-03:00
A guerra do Peloponeso, foi quando Esparta se levantou contra a hegemonia ateniense que estava se estabelecendo, então Esparta reuniu outras cidades-estados descontentes com atenas e as duas lutaram, Esparta saiu vitoriosa e começou sua hegemonia, entretanto, houve a liga tebana, e dentre vários conflitos internos, a grécia que já era fragmentada politicamente, se torna alvo fácil para a invasão Macedônia.
2014-06-23T20:45:10-03:00
De acordo com Tucídides, a razão fundamental da guerra foi o crescimento do poder ateniense e o temor que tal despertava entre os espartanos. 
A importância desta guerra reside também no fato de ter envolvido quase todos os Estados gregos, além de ter registrado um número sem precedentes de homens em armas e um elevado consumo de recursos materiais. O poder naval foi fundamental, num teatro de operações onde tal se justificava, pois desenrolou-se entre a Ásia Menor e a Sicília. Anteriormente, as guerras tinham um caráter estival, de curta duração, com alguns rencontros de infantaria (hoplitas) e poucos combatentes, sem grandes estratégias e investimentos logísticos, com um carácter simples e com o seu fim a depender de cadências pela fome ou fuga de uma facção. A Guerra do Peloponeso foi diferente: grandes blocos de Estados, várias áreas de combate, com estratégia definida e dependendo da ação de Esparta ou Atenas - uma, potência terrestre; a outra, naval e detentora de um império financeiro e comercial. espero ter ajudado