Atente-se para ambos os textos, relacionando-os ao momento político social atualmente vivenciado no Brasil.Esta obra de arte é intitulada de Abaporu e representa um dos marcos da Semana de Arte Moderna de 1922 no Brasil. Foi produzido por Tarsila do Amaral. A palavra ABAPORU significa "homem que come gente". Há 90 anos, o evento foi o marco do modernismo e chacoalhou o panorama cultural brasileiro, pois ocorreu em meio a um cenário de agitação política - no movimento tenentista, deflagrado no mesmo ano, jovens oficiais combatiam o modelo autoritário de governo. O Brasil vivia a República Velha, controlada pelas oligarquias rurais e pela política do café com leite. A população urbana crescia, e iniciara-se a implantação de indústrias, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. A classe operária começava a exigir melhores condições de trabalho. O novo homem urbano torna-se objeto de interesse dos artistas.<https://almanaque.abril.com.br/materia/semana-de-arte-moderna1>Esta charge é uma das muitas produzidas ao longo das manifestações populares ocorridas nos últimos dias. As manifestações populares foram movidas por vários objetivos como gratuidade no transporte público, excessivos gastos públicos com obras faraônicas etc.A relação entre os textos ocorre, porque:I. Atualmente a Semana de Arte Moderna pode ser compreendida, também, como um momento político social, enquanto as manifestações populares atuais estão diretamente relacionadas à política.II. Ambos podem ser considerados representações diferentes da arte que, por sua vez, expressa a cultura e o momento histórico por meio do artista: no texto I, Tarsila do Amaral; no texto II, o chargista.III. Existe a possibilidade de perceber uma relação intertextual entre os pés que representam o povo (texto II) e o pé descalço que representa o homem urbano (texto I).IV. O significado de Abaporu, "homem que come gente", sugere, também, o poder retratado e representado, na charge, pelos homens de terno, os quais indagam: "Afinal, quem vocês pensam que são?".

1

Respostas

2013-07-21T17:18:40-03:00
.II. Ambos podem ser considerados representações diferentes da arte que, por sua vez, expressa a cultura e o momento histórico por meio do artista: no texto I, Tarsila do Amaral; no texto II, o chargista.
IV. O significado de Abaporu, "homem que come gente", sugere, também, o poder retratado e representado, na charge, pelos homens de terno, os quais indagam: "Afinal, quem vocês pensam que são?".
eu tb acho que é essas duas ii, IV