Respostas

A melhor resposta!
2014-07-02T14:24:08-03:00
Olá Biademori, as condições de vidas eram um pouco precárias com bastante falta de higiene e escassez na comida, era habitada mais por índios até começarem a criação das usinas hidroelétricas que após uma certa resistência por parte dos nativos eles acabaram retirando-os dali.
4 4 4
desculpe , mas ao falar belo monte me referia ao arraial de canudos , mas obrigada pela resposta a culpa é minha não relatei direito a pergunta..
Então Bia, No governo da República recém-instaurada precisava de dinheiro para materializar seus planos em canudos, e só se fazia presente no Sertão pela cobrança de impostos. A escravidão havia acabado poucos anos antes no país, e pelas estradas e sertões, grupos de ex-escravos vagavam, excluídos do acesso à terra e com reduzidas oportunidades de trabalho.
Assim como os caboclos sertanejos, essa gente paupérrima agrupou-se em torno do discurso do peregrino Antônio Conselheiro, acreditando que ele poderia libertá-los.. Quem vivia lá teve muito problemas :\
agora sim obrigada !!!
rsrs de naada :)
2014-07-02T14:49:33-03:00
As condições de vida no sertão eram duras. As terras estavam nas mãos dos latifundiários e uma massa de desempregadosarrastava uma vida miserável numa terra fustigada pela seca prolongada. A religião representava um porto de abrigo numa vida semesperança de dias melhores. António Vicente Manuel Conselheiro percorria o nordeste brasileiro, pregando a religião ao mesmotempo que cuidava dos cemitérios e das capelas abandonadas. As suas palavras e ações acabaram por atrair uma multidão demiseráveis que viam nele o Messias, enviado para os libertar da sua sorte. António Conselheiro fixou-se no Arraial dos Canudos e aífundou o Império de Belo Monte. As regras eram simples: dividiam os bens e os vícios da bebida e da carne eram proibidos. 
Espero ter Ajudado :)