Respostas

2014-07-02T21:56:16-03:00
Na República Velha: jornada de trabalho de 14 a 15 horas; exploração de trabalho infantil nas fábricas; total ausência de higiene nos locais de serviço; falta de proteção e ocorrências freqüentes de acidentes de trabalho. Mulheres e meninas sofriam constantemente assedio e abuso sexuais por parte dos patrões, mestres contra-mestres. 

E mais: Inexistência de direitos trabalhistas, como salário mínimo, recebimento de horas extras, férias remuneradas, descanso semanal, aposentadorias e indenização por acidente em serviço. Os salários das mulheres e das crianças eram bem menores do que o do trabalho masculino (assim os patrões preferiam contratar a mão-de-obra feminina e infantil). 

Hoje as mulheres continuam ganhando menos que os homens, e o índice de contratação de homens é maior do que o de mulheres. O trabalho infantil é proibido por lei e as indústrias não contratam ou não divulgam.