Respostas

2014-07-03T16:41:52-03:00
A Assembleia nacional em 4 de agosto de 1789 aboliu a servidão, os dizimos e os privilégios do clero  e da nobreza, pondo um fim ao q restava do feudalismo na França. então ela teve uma parte de reconhecimento no processo de liberdade dos camponeses, trabalhadores  e a burguesia, dos 2 estados clero e nobreza.
AGRADECE AÍÍÍÍÍÍI
ESPERO TER AJUDADO
A melhor resposta!
2014-07-03T16:43:32-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada,

A Revolução Francesa, que ocorreu de 1789 a 1799, foi um período marcado por uma série de acontecimentos importantes, ocasionando mudanças profundas na estrutura social, ou seja, foi uma grande alteração no âmbito social, econômico e político na França. As causas da Revolução francesa estão atreladas a uma estrutura social no qual a maior parte da população pagava impostos altíssimos sem obter retorno quanto à qualidade de vida, tais como segurança, escolas ou outros serviços públicos.

O estopim dessa revolução foi a fome decorrente do preço do pão (principal alimento à época), devido às péssimas colheitas, aos impostos excessivos, à falta de interesse e preocupação dos governantes para com o povo francês.

Semelhante ao Brasil, no qual a capital se mudou do Rio de Janeiro para Brasília, longe do povo, os nobres (descendentes dos antigos senhores feudais) e a família real francesa viviam na opulência no distante Palácio de Versalhes, no qual a rainha gastava o dinheiro do povo comprando jóias caras e fazendo estranhos desfiles de cabelos em forma de navios, enquanto muitos morriam de fome em Paris.

Ao mesmo tempo, a população que passava a maior parte da vida comendo apenas pão, enfrentou um período de colheitas péssimas, de modo que sequer pão havia para comer. Indiferentes a isso, os nobres e a família real contribuíram para um aumento da pobreza ao  ajudarem as 13 colônias britânicas (E.U.A.) com dinheiro para que lutassem pela independência, de modo que a situação ficou ainda pior.

Além disso, os comerciantes ou burgueses, mesmo ricos, eram tratados com descaso e humilhações por parte dos nobres e da família real, tendo, inclusive, seus bens retirados e forçados a pagar impostos caríssimos, que resultava em prejuízos.

Desse modo, tal como ocorreu na primavera árabe, a fome e o alto preço dos alimentos, aliado à falta de preocupação governamental, bem como ao desejo dos comerciantes em não serem sempre cidadãos de segunda e que pudessem diminuir os impostos altos que lhes eram cobrados, fez com que a maior parte da população atacasse os nobres, as igrejas, bem como apoiassem a declaração universal dos direitos humanos, a qual estabelecia a supremacia da lei e a isonomia entre as pessoas.

Nesse contexto, um dos mais eventos mais importantes da revolução foi a queda da Bastilha ou a Tomada da Bastilha, consistindo em uma invasão da principal prisão francesa pela população revoltada no dia 14 de julho de 1789, no qual a população venceu um dos principais símbolos do poder real, sendo que o dia em que isso ocorreu, a data de 14 de julho ainda é comemorada todos os anos, sendo o principal feriado francês.

Outros acontecimentos importantes foram o aprisionamento da família real e condenação à morte pela guilhotina, a produção da  Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, o confisco dos bens do clero e o terror contra os inimigos da revolução. Houve, ainda, a invasão da França pela Áustria e pela Prússia.

Quanto às fases ou etapas da revolução francesa, temos:

1ª Fase da Revolução (1789-1792)

As principais Medidas da Assembleia Nacional Constituinte (eleita por sufrágio censitário) foram:

1) A abolição dos direitos dos nobres (descendentes dos senhores feudais com relação a impostos e outras mordomias)

2) A elaboração da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão;

3) Elaborar e aprovar um Constituição;

4) Estabelecer a separação dos poderes;

5) Estabelecimento do voto censitário

6) Determinou-se que a França deixava de ter um governo de uma monarquia absoluta para se converter em uma Monarquia Constitucional.

2ª Fase da Revolução - A da Convenção Nacional (1792-1795)

Constituiu-se na fase mais radical da Revolução Francesa, sendo dominada pelos jacobinos através do fechamento da Assembleia Constituinte, elegendo-se através do sufrágio universal a Convenção Nacional.

Aprovou-se uma nova constituição em 1793;

Determinou-se a execução do rei Luís XVI em 1793;

Houve uma grande quantidade de pessoas condenadas à guilhotina pelo Tribunal revolucionário ao julgar os opositores (ou supostos opositores) da Revolução;

Sob a liderança de Robespierre instalou-se o Regime de terror com milhares de franceses sendo condenados à decapitação na guilhotina;

O fim da fase jacobina ocorreu com o Golpe do Termidor , em 1795, iniciando o diretório.

3ª Fase da Revolução - Diretório ( durante os anos de 1795 a 1799):

Houve a supremacia girondina (burgueses);

Formou-se um diretório para governar formado por 5 pessoas;

Realizou e implantou medidas populares contra a crise econômica e social;

Sugiro que veja, para complementar essa explicação, o vídeo " DOCUMENTÁRIO - Revolução Francesa-History Channel ", encontrado facilmente no you..tube.

Bons estudos!
2 5 2
Ela aprovou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, suprimiu o feudalismo, apropriou-se dos bens da igreja e do clero, bem como redigiu a constituição francesa de 1791.
Quanto às demais questões, faça as perguntas no sistema que o pessoal responde. ^^
hahahaha obg Rodrigo de ♥
grata <3
Por nada. Bom assunto. Vou melhorar minha resposta. ;-D