Respostas

2014-07-04T21:37:24-03:00
Olá

belo medo algébrico, você deve criar expressões que relacionem os coeficientes dos átomos, por exemplo

A + B = A₂ + B₃

bote uma letra como se fosse cada coeficiente , assim, por exemplo, a reação
de formação do gás carbônico

aC + bO₂ -----> cCO₂

Logo, para a expressão do Carbono temos que:

a = c

Para o Oxigênio temos que:

2b = 2c

ponha um valor para a, por exemplo a = 2

a = 2
c = 2
b= 2

Agora substituindo fica:

2C + 2O₂ ----> 2CO₂ (perceba que está balanceada)
-----------------------------------------------------------------------

Pelo método de oxido-redução

você tem que definir o nox dos átomos e depois saber quem oxidou e quem reduziu, e em seguida fazer a variação do nox de quem reduziu e quem oxidou. Depois você usa um número que deixe tanto a variação de quem oxidou quanto a variação de quem reduziu iguais.
---------------------------------------------------

Pelo método de tentativa e erro, você tenta pelo ''olhômetro'', vai jogando os coeficientes e vê se vai dando certo

--------------------------

Em geral, eu costumo fazer o método algébrico quando a reação tem um tamanho ''médio'', por tentativa e erro quando a reação é ''pequena'' e por oxidação quando a reação é grande.

abraço!

1 5 1
nunca tinha visto pelo modo algébrico, gostei muito da explicação...
Bom, ele é fácil quando a equação não é grande, pois caso seja parta para o método de oxido-redução, porque provavelmente se for pelo algébrico ficará dando voltas e mais voltas, ou até mesmo pode ter mais variáveis do que números. mas minha dica de ouro é: Treine as três formas inúmeras vezes, pois assim num vestibular você terá 3 ferramentas para resolver uma mesma questão!
A e fico feliz que tenha gostado da explicação ;)