1) De acordo com o que se estudou na Aula 8, B2, pág. 4, existe razão para o autor ter ficado “assustado” com o que escreveu no jornal e ter “sonhado” com sua professora de Português, que o chamou de “analfabeto”?Explique sua resposta, com base nessa aula.

Educação ! Educação!Sonho com Dona Teteca, minha implacável¹ professora de Português. Ela aparece, brandindo² um exemplar do JB³ com a segunda parte do artigo Educação! Educação!Passa-me um sabão4 danado. (...)– Seu analfabeto! Não foi isso que te ensinei! Não podes errar a concordância!Assustado, leio um texto meu que o JB publicou no domingo passado:“Um dos romances que mais marcou minha adolescência...”Sinto um frio na espinha e balbucio:– Desculpe, Dona Teteca... Eu me distraí. (...)Conformado, pego uma resma de papel e começo a escrever, pensando: “Poxa, logo num texto sobre educação!”.Acordo, sobressaltado e ofegante. Perdão, leitores.

1

Respostas

2014-07-07T16:16:12-03:00
Sim ,pois de acordo com a gramática normativa, a concordância com a expressão um dos que é preferencialmente o plural.Dessa forma o correto seria "um dos romances que mais marcaram...".Esse erro ocasionalmente faria com que a professora o repreendesse,o que resultou no sonho do jovem com a mestra.
3 3 3
Não, pois segundo a regra gramatical se o sujeito for expresso por  um dos que, uma das que, nesses casos, o verbo pode ficar no singular ou no plural.
Exemplo: "Um dos romances que mais marcaram / marcou minha adolescência..."