Um barco motorizado, navegando a favor da carrenteza de um rio, vai de uma localidade A a outra localidade B em 60h. O mesmo barco vai da localizade B para a localidade A, caminhando contra a correnteza, em 80h. Nos dois casos, a velocidade do barco, em relação à água, têm a mesma intensidade. O tempo gasto por um bote, navegando exclusivamente ao sabor da correnteza, para ir de A até B é de?

1

Respostas

2013-07-26T02:10:09-03:00
Lembre-se de que D = V . T.

Imagine que as cidades e a correnteza sejam representadas assim:

A >>>>>>>>>>>>>>> B  (onde > é o sentido da correnteza, já que é o que o enunciado diz. Consideraremos D a distância entre as cidades, Vb a velocidade do barco, e Vc a da correnteza.)

Quando o barco vai de A para B e demora 60h, sua equação de movimento fica assim: D = (Vb+Vc).T, já que as duas velocidades se somam por estarem no mesmo sentido e direção. Substituindo o tempo 60h na equação, temos: D = (Vb+Vc).60. Fazendo o mesmo procedimento para a viagem de B para A, temos: D = (Vb-Vc).80. O sinal agora é negativo pois o barco está sendo retardado pela velocidade da correnteza. Igualando as duas equações (D = D), temos: (Vb+Vc).60 = (Vb-Vc).80
(Vb+Vc).3 = (Vb-Vc).4 
3Vb+3Vc = 4Vb - 4Vc
Vb = 7Vc


Mas para que fizemos tudo isso? Para eliminar uma incógnita na equação que é utilizada para descobrir quanto tempo o barco leva para percorrer essa distância com o motor desligado (ou seja, só levado pela correnteza.)

Com o motor desligado: D = Vc.T
Como esse D é o mesmo D das outras expressões, podemos igualá-lo a qualquer uma das duas. ( D = D )
D = Vc.TD = (Vb-Vc).80, Logo
 Vc.T = (Vb-Vc).80  Como Vb = 7 Vc:
 Vc.T = (7Vc-Vc).80
 Vc.T = 6Vc.80 Dividindo os dois lados por Vc:
 T = 6.80
 T = 480 horas


Deu uma dor de cabeça danada pra destacar as fórmulas e o código me dá problema... Desculpa.