Respostas

2014-07-14T23:16:56-03:00
À época do descobrimento e nos primeiros tempos, Portugal estava mantendo relações comerciais com o Oriente, o que trazia grandes lucros. Além disso, o fato de não ter encontrado os metais cobiçados, como ouro e prata, foi fator preponderante para o desinteresse registrado, justificando a falta de disposição para transferir recursos, homens e navios para a América.
86 4 86
Portugal não tinha relações comerciais com o oriente. ele buscava achar novos caminhos para lá, uma vez que as rotas tradicionais (veneza e gênova) estavam sendo monopolizadas pelos italianos e árabes, o que deixava os preços das especiarias muito caros. além do mais, as rotas terrestres de transporte estavam deterioradas em decorrência da guerra dos cem anos entre França e Inglaterra. Tudo contribuía para o encarecimento dos produtos vindos do oriente.
nessa realidade, tudo contribuía para o encarecimento das especiarias vindas do Oriente. como alternativa de não se submeter aos preços exorbitantes de tais produtos, Portugal decidiu investir na expansão ultramarina. esse foi apenas o fator econômico, mas houve fatores religiosos, expansionistas etc.
2014-07-14T23:22:55-03:00
Porque, ao chegar à costa litorânea, não encontraram ouro nem metais preciosos, visto que tais metais se encontravam em abundância no interior do continente e não no litoral. Naquela época predominava o Mercantilismo, o qual pregava o acúmulo de riquezas através de metais preciosos, o chamado "metalismo". Assim, uma vez que não encontraram na faixa costeira essa riqueza de metais, não houve grande interesse na terra recém "descoberta".
Outro fator é que os Portugueses inicialmente buscavam chegar até a Índia, para obter as especiarias e comercializá-las na Europa a preços exorbitantes, visando, mais uma vez, o acúmulo de capital.
Portanto, juntaram os dois fatos cruciais para o não interesse imediato na América Portuguesa: não acharam riquezas materiais e perceberam que aqui não era a Índia.
24 3 24