Preciso colocar no texto abaixo figuras linguísticas: (metáfora-eufemismo-hipérbole-prosopopeia) Região Serrana
·
É uma região de campos de altitude, florestas e grandes cânions. Nos
campos, ficam as fazendas, algumas com serviços de hospedagem. A região é ideal
para o turismo rural. Lages, maior cidade do Planalto Serrano, há dois séculos
era entreposto comercial no Caminho dos Tropeiros, no qual era feito o
transporte de gado entre Rio Grande do Sul e São Paulo. Hoje, a cultura
campeira, cujos ícones são o homem do campo, as fazendas e o cavalo, é
predominante na Serra Catarinense. Algumas das fazendas que oferecem turismo
rural são centenárias. O frio, as histórias de tropeiros contadas ao pé do fogo
de chão, o pinhão, o chimarrão, o camargo (café misturado com o leite saído na hora,
bebido ao pé da vaca) criam uma atmosfera especial, repleta de calor humano e
hospitalidade.

1

Respostas

  • Usuário do Brainly
2013-08-01T19:35:03-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Vamos lá, Milena. Primeiramente, devemos entender o que é cada figura de linguagem:

A metáfora, é quando você diz uma coisa com outras palavras, fazendo uma comparação, porém, que muitas vezes, não compreende à realidade. Tipo, "estou morto de fome".

O eufemismo é quando você quer falar algo com mais sutileza. Exemplo, em vez de falar que uma pessoa MORREU, você diz que ela "foi morar no ceu".

A hipérbole é um certo exagero que se emprega, do tipo "te falei mil vezes isto".

A prosopopeia é quando você dá vida à seres inanimados, como a "árvore chorou de alegria".

Agora vamos ver onde dá para aplicar no texto:

É uma região de campos de altitude, florestas e grandes cânions e onde os ventos sopram com força (prosopopeia - vento não sopra). Nos campos, ficam as fazendas, algumas com serviços de hospedagem A região é ideal para o turismo rural. Lages, maior cidade do Planalto Serrano, há dois séculos era entreposto comercial no Caminho dos Tropeiros, no qual era feito o transporte de gado entre Rio Grande do Sul e São Paulo. Hoje, a cultura campeira, cujos ícones são o homem do campo, as fazendas e o cavalo, é
predominante na Serra Catarinense. Algumas das fazendas que oferecem turismo
rural existem a bastante tempo, algumas tem até mais de cem aninhos (eufemismo, substituindo "centenário") . O frio, as histórias de tropeiros contadas ao pé do fogo (aqui já temos um exemplo de metáfora. Fogo não tem pé) de chão, o pinhão, o chimarrão, o camargo (café misturado com o leite saído na hora,
bebido ao pé da vaca) criam uma atmosfera especial, repleta de calor humano mais quente que o Sol (hipérbole) e hospitalidade. 
1 5 1
Muito obrigado me ajudo muito mesmo