Respostas

2014-07-30T11:32:54-03:00
Ao se estudar o antigo Egito encontram-se inúmeros obstáculos provenientes das dificuldades em se utilizar um vocabulário próprio ao estudo de História Antiga, e dos problemas em se caracterizar as relações sociais de produção por conta de ideias polarizadas como a que afirma a existência apenas de escravos ou trabalhadores livres.Essa polarização apresenta algumas relatividades: os escravos do antigo Egito não são caracterizados como os “escravos-mercadoria” clássicos e os “trabalhadores livres” egípcios não eram senhores de seu próprio destino. Pois é difícil afirmar que numasociedade autocrática (forma de poder na qual apenas uma pessoa ou grupo detém o poder) qualquer homem seja livre, a não ser o monarca.