Respostas

2014-08-04T20:11:34-03:00
O sismo e tsunami do Oceano Índico de 2004 foi um terremoto submarino que ocorreu às 00:58:53 UTC de 26 de dezembro de 2004, com epicentro na costa oeste de Sumatra, na Indonésia. 

7 3 7
2014-08-04T20:13:40-03:00
A região mais castigada, onde povoados litorâneos foram varridos pelas ondas, foi a província indonésia de Aceh, no norte da ilha de Sumatra, onde muitos de seus quatro milhões de habitantes perderam um parente ou um amigo na tragédia.Entre outros atos, estudantes, japoneses e indonésios plantaram neste aniversário flores de papel, imitando as que florescem durante a primavera, com mensagens escritas para as vítimas do tsunami.A catástrofe deixou cerca de 164 mil mortos na Indonésia, dos quais 21% representam o número de pessoas desaparecidas até hoje.Passados seis anos, ainda há mães e pais esperançosos de voltar a ver algum dia seus filhos que desapareceram no dia 26 de dezembro de 2004.Banda Aceh, a capital provincial, ficou em ruínas e apresentava uma paisagem desoladora, com casas destruídas, embarcações nas ruas e mortos por todas as partes."Nunca havia presenciado algo semelhante. É incrível", desabafou o ex-presidente americano George H. W. Bush quando, acompanhado de Bill Clinton, visitou a "zona zero" para avaliar as necessidades da população.A área que mais sofreu foi a costa ocidental de Aceh, perto do local que começou o forte terremoto, e que originou o tsunami.No sul da Tailândia, onde houve 5.395 mortos, incluindo 2.248 estrangeiros de 37 nações e 2.817 desaparecidos, pôde ser feita uma reconstrução detalhada do ocorrido.Alguns minutos antes das 8h (horário local), ocorreu um terremoto de 9,1 graus de magnitude na escala Richter. Uma hora e quarenta minutos depois, o mar de Andaman, que banha a costa tailandesa, retrocedeu cerca de cem metros e, cinco minutos mais tarde, formou o primeiro tsunami, com ondas de até sete metros.Os habitantes de Banda Aceh, que viviam na frente do epicentro do sismo, não tiveram tanto tempo como os tailandeses para se preparar ou perceber o que iria acontecer.
8 4 8