"No processo de recrutamento externo ocorre a procura de candidatos disponíveis ou não, no mercado de trabalho, entre aqueles que melhor atendem às exigências da empresa". (RIBEIRO, 2006 apud CARDOSO, 2012). Diante da afirmativa, assinale a CORRETA quanto às fontes de recrutamento externo:

2

Respostas

2014-08-09T12:16:54-03:00
instituições e governos emitiram ou manifestaram opiniões sobre a ... a formação pedagógica sólida e não fragmentada; o desenvolvimento do ... associações profissionais, instituto/fundações e periódicos, entre outros. .... nem externo que possa ser adquirido, mas é um processo de construção do. Espero ter sido ajudado :D Bjs !!!
2014-08-09T12:18:50-03:00
ALGUMAS QUESTÕES IDEOLÓGICO-EDUCATIVAS DA EXTREMA-DIREITA Gilmar Henrique da Conceição INTRODUÇÃO Em meus estudos tenho me concentrado na busca do entendimento entre educação e política, a partir da idéia de que todo processo educativo é partidário, no sentido ético-político, pois congrega mentes e corações. Segundo este entendimento todo partido político é um educador e ainda jornais, rádios, canais de televisão, igrejas, Forças Armadas são partidos ético-políticos. Assim, meus trabalhos procuram desenvolver a idéia de partido político como agente educativo. A palavra "partido" que designa o objeto de nosso estudo, sugere que se trata de uma "parte" da sociedade que aspira hegemonizar uma concepção global da ordem econômica, social e política, e "arte de fazer política" pode ser entendida como a habilidade de unir e somar forças num determinado campo ideológico. Daí que a necessidade de convencer, educar, doutrinar e engajar o maior número de pessoas no seu projeto partidário, surja como corolário da militância política. O caráter do partido parece se definir no que transmite, a quem transmite e como transmite. Meus estudos têm como recorte teórico os partidos extremistas; sejam eles de extrema-direita ou extrema-esquerda. O parâmetro "extremista" não é rígido, ainda que possamos encontrar certos princípios que lhe conferem identidade política. O extremismo, seja qual for o fim por ele prefigurado (de esquerda ou de direita) milita pela ruptura da ordem social. Para a extrema-direita, a ruptura da ordem destina-se a preservar o status-quo; para a extrema-esquerda a ruptura da ordem destina-se a criar uma outra ordem. Sintetizando, podemos dizer que direita e esquerda – em certo aspecto – estão ligadas por uma mão dupla; a primeira sendo inversão da segunda, e a reação que segue a ação. Apesar da complexidade do tema, nazifascismo e comunismo representam, na história deste século, a maior antítese entre esquerda e direita. Em vista disto o comunismo e o nazismo não podem ser comparados sob um ótica unilateral e unidimensional. No que se refere ao primeiro, trata-se de um "ideal" que percorre toda a