Respostas

2014-08-22T14:40:48-03:00
As duas tem seus fundamentos. Lamarck afirmava A lei do uso e desuso e dos caracteres adquiridos, onde partes dos seres se desenvolviam ou não devido sua utilização. Como exemplo: o pescoço das girafas que ele afirmava crescer devido o esforços das girafas em pegar as folhas no alto das árvores.
Já Darwin afirmava A Seleção natural. Segundo ele Os animais eram selecionados de acordo com seu potencial, ou seja, os mais fortes predominavam e assim as próximas gerações seriam ou teriam aquele potencial ou força adquirida. Foi o desenvolvedor do Evolucionismo.
Outras pessoas adicionaram mais argumentos na explicação. Espero ter ajudado. Bons estudos.
2014-08-22T15:56:35-03:00
Lamarck é conhecido por ter sido o primeiro cientista a tentar explicar a evolução. No entanto, suas teorias foram desacreditadas, pois postulava que os seres vivos evoluíam por necessidade, adquirindo caracteres precisos e eliminando os não precisos. E que essas mudanças morfológicas eram passadas à geração seguinte. Não foi difícil para a sociedade científica, destruir essa teoria. No entanto, Lamarck deve ser visto como um grande pensador, que teve uma ideia, mesmo que errada, coerente afim de explicar a evolução dos seres vivos.

Darwin é o grande pai da Evolução. Foi o grande pensador que desenvolveu (junto com outros cientistas, de diversas áreas) a teoria evolucionista que revolucionou o mundo científico. Em 1931, viajou pelo mundo a bordo de um navio (Beagle) e registrou e observou as mais variadas formas de vida e de ambientes que pôde. Em suma, concluiu suas observações sobre a ecologia (comportamento dos seres vivos entre si juntamente com o ambiente), formulando e publicando em 1859, seu trabalho, hoje intitulado de A Origem das Espécies. A síntese desse trabalho é explicar que a evolução só existe por causa da variação genética (que naquele tempo, era apenas variação de caracteres por não terem conhecimento sobre os genes), reprodutibilidade (para passar a diante as características adquiridas na mutação), e a adaptação ao meio, que é este que irá sedimentar a existência dessa evolução. E que essas modificação são graduais, lentas e constantes (esta última, com grade ajuda de Lyell e Malthus).