Respostas

A melhor resposta!
2014-08-23T18:15:19-03:00
O povo germânico. Este povo se relacionou com Roma de duas formas: a primeira "pacífica", foi motivada pela procura de terras e oportunidades econômicas, nesta fase os germanos chegaram a ser tratados como povos aliados ou federados. Já a segunda forma se deu por volta do séc IV, quando por pressão dos hunos, esta migração aumentou, Roma pressionada por este aumento, tentou "fechar as portas", mas com crise interna do Império foi impossível fazê-lo. A partir deste momento houveram saques e invasões sucessivas, era o fim.
2 4 2
2014-08-23T18:33:10-03:00
Após séculos de glórias e conquistas territoriais, o Império Romano começou a apresentar sinais de crise já no século III causas da crise do Império Romano enorme extensão territorial do império que dificultava a administração e controle militar (defesa) com o fim das guerras de conquistas também diminuíram a entrada de escravos. Com menos mão-de-obra ocorreu uma forte crise na produção de alimentos. A queda na produção de alimentos gerou a diminuição na arrecadação de impostos. Com menos recursos, o império passou a ter dificuldades em manter o enorme exército aumento dos conflitos entre as classes de patrícios e plebeus, gerando instabilidade política crescimento do cristianismo que contestava as bases políticas do império (guerra, escravidão, domínio sobre os povos conquistados) e religiosas (politeísmo e culto divino do imperador) aumento da corrupção no centro do império (Roma) e nas províncias (regiões conquistadas) estes motivos enfraqueceram o Império Romano, facilitando a invasão dos povos bárbaros germânicos no século 5
1 5 1