Respostas

A melhor resposta!
2014-08-26T13:27:29-03:00
Sem dúvida conhecendo a história da Grécia Antiga podemos compreender melhor nosso presente, tendo uma noção mais profunda e rica da origem dos diversos fatores que afetam nossas vidas e influenciam constantemente nosso cotidiano. 
A cultura, as lições, e o saber de muitos campos do conhecimento da antiga civilização grega, e em especial no que tange a filosofia, são um verdadeiro patrimônio eterno da nossa humanidade, assim como a base para o que atribuímos hoje de características da sociedade ocidental. 
No entanto, deveríamos aprender também (principalmente) com os erros do passado, a fim de não recomete-los no presente, nos preparando melhor para o futuro. Porém, esta parece ser uma lição que o homem ainda não entendeu e nesse aspecto, acho que 300 dá uma contribuição infeliz. 
O filme parece fazer uma apologia a guerra, valorizando a bravura, a força, a conquista, onde a morte decorrente da luta pela liberdade e pela soberania é retratada como um grande ato de heroísmo - o que foi na verdade a síntese do povo espartano, mas que não serve de exemplo para nós. 
Vê-se em detalhes e de maneira única cada flecha entrando na carne, cada lança saindo, como a lâmina da espada perfura a vítima, espirros de sangue jorrando de cada ferimento, e o contexto nos passando a mensagem de que este sentido da GUERRA é legítimo, na medida em que se usa como instrumento de "salvação da democracia". 
Algo que soa cínico. 
Num momento em que tem-se discutido tanto a respeito das atitudes desastrosas da política externa americana, esse tipo de ponto de vista não poderia ser mais fora de hora. 
É impossível não se fazer uma analogia entre tal conceito e os acontecimentos que vem ocorrendo no mundo atual, (mais precisamente em certas regiões do oriente médio). 
Definitivamente, é o legado da cultura grega que todos nós deveríamos esquecer: GUERRA e LUTA - NÃO. 
1 5 1